Filosofia  Iniciática

Sebastião Carvalho

      O CONDE MISTERIOSO

    -- Na história do Conde é difícil separar os fatos comprovadamente reais, da lenda ou do paranormal!  

             O CONDE MISTERIOSO

               Demian estava intrigado com o ar de mistério que envolvia a figura do lendário Conde que assombrou a nobreza francesa do século XVIII.

               Tinha ouvido algumas referências em palestra sobre Esoterismo e Magia, dando conta das façanhas de um personagem conhecido como Conde de Saint Germain, e resolveu investigar.

               Acionou a Internet, procurou em livrarias e bibliotecas...

              Achou uma profusão de matérias sobre esse estranho e assombroso homem, tido por uns como um Adepto ou Iniciado de alta envergadura, e por outros como um farsante explorador da credulidade alheia!

              Incapaz de chegar a uma conclusão, Demian entrou em contato com um professor, indicado por um amigo comum, o qual, sendo membro de sociedades secretas, talvez pudesse esclarecer as dúvidas que o inquietavam...

              -- É com prazer que tentarei ajudá-lo a compreender pelo menos um pouco do que seja a trajetória de um Adepto na face da Terra – disse o professor Carlos, iniciando seus esclarecimentos.

              -- Amado e odiado, amigo do rei Luiz XV e de várias importantes cortesãs, o Conde tinha fama de ser capaz de transmutar metais inferiores em ouro, produzir diamantes de alto quilate, curar enfermidades com o uso de uma farmacopéia própria, e outras proezas!...

              -- Mas existe comprovação confiável de todas essas coisas? – indagou Demian, com ansiedade.

              -- Sim e não, respondeu Carlos, explicando: A comprovação de fatos dessa natureza é muito difícil, pois são fenômenos que escapam à análise comum, com os métodos usados pelos não-iniciados.  Mesmo assim – continuou – existem documentos oficiais, produzidos naquela época, na França, e mencionados em livros encontráveis em livrarias e bibliotecas, os quais para muitos constituem senão provas, pelo menos fortes indícios da veracidade de vários fatos relacionados ao Conde.

              -- Você poderia dar conta de alguns fatos importantes da vida desse interessante personagem?

               -- Com certeza! – respondeu Carlos, com vivacidade.

              -- Membros da corte juraram, em diferentes ocasiões, que o tinham visto há mais de 30 anos, com a mesma aparência mostrada na atualidade. Parecia que ele havia parado de envelhecer, conservando as feições de um homem de 40 anos, quando deveria ter mais de sessenta!...

            -- Há também relatos de que, nas festas, ele distraia as pessoas, dando conta de fatos ocorridos na antiguidade, com se tivesse sido testemunha ocular! 

            -- Ainda, prosseguiu Carlos, não tocava em comida nem em bebida, dizendo que sua alimentação era especial, baseada em certos elementos naturais, cuja composição conservava em segredo...

            -- Na história do Conde é difícil separar os fatos comprovadamente reais, da lenda ou do paranormal!   Certo é que ele foi perseguido e preso, trancafiado numa masmorra, pela Inquisição. Durante esse martírio, escreveu uma obra-prima da Iniciação Esotérica, intitulada A SANTÍSSIMA TRINOSOFIA*, cujos manuscritos, após muitas peripécias, foram encaminhados à Biblioteca de Troies, na França, onde se acham preservados e à disposição dos estudiosos.

            -- Que boa informação, meu prezado professor! -- Exclamou Demian, acrescentando: Vou, sem demora, entrar em contato com essa instituição, para conhecer o trabalho de um homem tão importante e dedicado à evolução espiritual da Humanidade!  Afinal, não é todo dia que se acha, nesta caminhada às vezes tão penosa e árida, um raro e precioso tesouro, de verdadeiros ensinamentos, capazes de nos ajudar a atingir a distante meta da transcendência!

 

*A Santíssima Trinosofia – Conde de Saint Germain – Editora Mercuryo, São Paulo, 2003


VOLTAR